Return to site

Resumo da semana 7 a 13 de junho

Infovírus

· Resumo

Na semana que passou, segredo, desinformação e produção de mortes em grande escala continuam sendo os pilares da política criminal escolhida pelo Estado brasileiro na pandemia.

As oscilações dos dados do Espírito Santo alertam para a maneira como a seção de "recuperados" do Painel do Depen foi construída. Como, sem nenhuma explicação, há mais casos de recuperados do que de detectados? Em pouco tempo, como pode o número de detectados e recuperados variar tanto? Além disso, quem e quantos são exatamente os mortos por COVID-19 no sistema penitenciário do Espírito Santo? Onde eles morreram?
Na Paraíba, o descompasso entre os dados produzidos pela Secretaria de Administração Penitenciária e o Painel do Depen é preocupante. Não somente: há dezenas de casos subnotificados de policiais penais contaminados e as testagens preventivas não têm sido realizadas.
Em São Paulo, a Defensoria Pública do Estado afirma que apenas 831 alvarás de soltura foram expedidos em favor de presos dos grupos de risco da COVID-19, número que representa 3% dos mais de 26 mil processos movimentados. Além disso, de acordo com levantamento do Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional de São Paulo, 198 servidores foram contagiados, dos quais 16 morreram.
Por fim, em Goiás não há produção de dados exatos sobre a saúde da população prisional pelas secretarias estaduais. Em um dos estados com um dos piores déficits de vagas prisionais no país, a situação urge por um conjunto de medidas que combatam a sonegação de informações.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK