Voltar ao site

Santa Catarina tem unidade prisional interditada e registra contaminação de 84% das detentas no município de Ituporanga

Infovírus

· De olho no painel

Na Penitenciária Industrial de Joinville, no planalto norte de Santa Catarina, foram registrados 15 casos de COVID-19 em presos, de acordo com o último boletim da Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa divulgado no domingo (14). Conforme o G1, a 3ª Vara Criminal de Joinville informou que, inicialmente, cinco presos do pavilhão do regime semiaberto estavam com suspeita de infecção. No total, mais de 60 testes foram realizados e os 15 presos que testaram positivo para o novo coronavírus foram atendidos por equipe de saúde e isolados.

No início do mês, a Unidade Prisional Avançada de Porto União, no norte catarinense, chegou a ter 67 casos confirmados entre os 148 detentos e foi interditada pela Justiça por 30 dias. De acordo com decisão judicial, não podem ingressar novos presos no período e aqueles detentos que estiverem em saída temporária terão o período prorrogado.

O sistema prisional catarinense já contabilizou 4,1 mil casos confirmados entre os detentos desde o início da pandemia. O G1 publicou em 14 de março que, dos 4.193 casos confirmados em Santa Catarina, 4.004 pessoas estão recuperadas e outras 181 estão em tratamento, das quais sete estão hospitalizadas.

Até 19 de março, o painel do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) indica a presença de 57 suspeitas de COVID-19, 2.795 confirmações e cinco óbitos em decorrência da doença entre a população prisional do estado. O último boletim do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), divulgado em 10 de março, informa o registro de 2.678 casos de COVID-19 entre pessoas presas e 16 casos da doença entre adolescentes que cumprem medida socioeducativa no estado.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK